sexta-feira, 1 de julho de 2016

A primeira condição para melhorar nossas escolas é remunerar adequadamente os professores

"A primeira condição para melhorar nossas escolas é remunerar adequadamente os professores. Se este requisito não for preenchido, os melhores regulamentos, os programas escolares mais perfeitos, as leis e qualquer outra boa intenção serão inúteis. O valor da escola e do ensino depende principalmente do professor, e com salários ruins nunca vai conseguir bons professores. "
Calos Professor A. Carrillo, 01 de julho de 1887
      A frase acima foi dita no final da década de 80, os anos passaram e a vida do professor continua a mesma, muito trabalho e pouca valorização social e financeira. Mas o papel do professor na sociedade continua o mesmo, afinal nenhum país no mundo se desenvolve sem uma educação de qualidade. Temos observado em todo o Brasil programas federais e estaduais que se dizem "valorizadores dos professores", mas que no final é sempre a mesma coisa presentinhos (muitas vezes  tabletes fuleiros), ou cursos (alguns bem inúteis), aplicativos ( que ninguém ensina direito como usar) e etc, agora salários dignos que é bom nada. Não estou aqui dizendo que essas ações não são importantes, mas pergunte em qualquer outra área profissional: "O que deixa claro que um determinado profissional é valorizado?" todos vão dar a mesma resposta: " Os altos salário", para citar exemplos veja a media salarial de um trainee (aprendiz ou cargo inicial de executivos) em algumas grandes empresas no quadro abaixo, note que um jovem selecionado
Fonte revista  EXAME
para esse cargo já vai se sentir muito valorizado e vai se esforça ao máximo para dar o seu melhor. Agora quanto ganha um professor no seu inicio de carreira? eu não vou pesquisar valores por que todo mundo já sabe, e isso já vem de muito antes do grande Chico Anysio criar o seu famoso bordão 'e o salário ó'. Não estou dizendo que todo trainee ganha bem e nem que todo professor ganha mau, o que eu quero chamar atenção é o que foi dito acima " O valor da escola e do ensino depende principalmente do professor, e com salários ruins nunca vai conseguir bons professores. ", ou seja, o Brasil nunca vai ter uma educação de qualidade enquanto os professores não começarem a se sentirem valorizados de verdade. 
        Além disso, temos também que levar em consideração que os professores ainda são a fonte inspiração e principal incentivo dos jovens por algo grande em suas, afinal muitos de nós já teve em algum momento de nossas vidas um professor maravilhoso, aquela cujo valor, em retrospecto, parece inestimável. Isso mesmo valor de um bom professor não tem preço, é inestimável, mas desvalorização social dos professores fazem as pessoas se esquecerem disso. Ao trabalhar nas condições mais adversas possíveis em que se encontra a educação, os professores brasileiros mostram todos os dias que são verdadeiros guerreiros, heróis que deveriam ser homenageados todos os dias. Temos que ter em mente que a questão do professor é um grande desafio para o país, pois o Brasil é um país de proporções continentais e com graves problemas políticos (é da corrupção mesmo que eu to falando) e sócio-econômicos. Mas também sabemos, e isso aconteceu em vários países, que é através da educação que as mudanças começam. Um país para crescer deve ter como objectivo tornar o ensino uma profissão atrativa, porque nesse momento não é, afinal até onde sei o salário do professor ainda é motivo de piada nas comedias do dia a dia (aliás o bordão do Professor Raimundo continua firme e forte na nova versão da Escolinha).  
             Uma professora escreveu aqui para nossa redação e perguntou "por que a gente publica tantas matérias negativas sobre a situação dos professores?", daí pensamos em pesquisar coisas mais positivas, e realmente tem muita coisa boa, como por exemplo, professores que ensinam de graça em instituições de caridade, mas no geral observamos que o momento ainda é de luta por algo melhor, as notícias mostram que professores em todo Brasil ainda estão fazendo greves e paralisações. Não devemos descansar até o dia em que todos nós começarmos a desejar que nossos filhos sejam professores. O dia em que isso acontecer é porque além de ser uma profissão surpreendente, complexa e desafiadora, o ensino será digno, prestigiado e de justa remuneração. Até lá a luta do professor por respeito e salários dignos continuará firme e forte.
     



0 comentários:

Postar um comentário