terça-feira, 25 de outubro de 2016

10 dicas simples para evitar enviar currículo para uma vaga falsa de emprego



Muitas vagas falsas de emprego no Facebook e grupos no WhatsApp tem surgido no intuito de vendedores inescrupulosos pegarem o contato de telefone da pessoa e assim ligar oferecendo cursos profissionalizantes, em muitos casos até ameaçando e intimidando até a pessoa aceitar fazer a matrícula. Segundo muitos professores vem relatando, isso está acontecendo devido a vagas falsas criadas no intuito de obter contatos telefônicos, mas existe também a hipótese de serem ilicitamente copiadas de algum banco de dados, pois muitas vezes a pessoa que liga tem informações mais detalhadas. A verdade é que não importa como o contato foi adquirido, o que é errado é errado. Em alguns casos essa intimidação ocorre da seguinte forma: “Se você não fizer o curso vai sair da lista espera, e não será chamado” ou “Se não se matricular não poderá se candidatar”. Geralmente mentiras relacionadas com a área que o profissional trabalha.  O Facebook é um excelente meio para divulgar de forma fácil e pratica todo tipo de informação. Mas sempre tem aqueles que querem usar algo bom de forma errada visando o lucro de jeito ilegal.  Como se proteger?  Segue 10 dicas simples:

  1. Nunca, ou pelo menos evite entrar em grupos de emprego no WhatsApp pois qualquer integrante do grupo tem acesso aos contatos de telefone, então mesmo que o administrador do grupo seja confiável e conhecido, qualquer outro integrante pode entrar com más intenções.
  2. Hoje em dia é fácil encontrar o endereço e os contatos de uma empresa no Google, então você pode se informa se a vaga ainda está aberta para envios de currículos. Essa dica é muito útil principalmente quando você estiver muito desconfiado que a vaga não existe. 
  3. Veja também se a instituição existe mesmo ou se ela é do seu estado.
  4. Uma dica muito boa é copiar o e-mail e digitar no Google da seguinte forma “vagas2017@empresa.com.br”, se esse e-mail aparecer em vagas diferentes, é um sinal para desconfiar.
  5. Pergunte a pessoa que postou a vaga qual é a fonte, se ela não responder, então desconfie.
  6. Desconfie de e-mails repetidos em anúncios diferentes nos grupos do facebook.
  7. Não aceite ameaças ou intimidações por telefone, diga sempre que vai levar o caso as autoridades, isso geralmente evita de a pessoas ficar ligando novamente.
  8. Diga que não tem interesse e desligue o telefone imediatamente.
  9. Use um bloqueador de chamada, apps como Avast, antivírus do Google, oferecem um excelente bloqueador de números indesejados e sem aquelas propagandas. Também são uteis para bloquear outros números indesejados de telemarketing.
  10. Não atenda ligações de números não identificados. Pessoas com boas intenções não ligam ocultando o número de telefone.
   No Brasil milhares de pessoas todos dias recebem ligações indesejadas de telemarketing dos mais diversos setores, principalmente vendas e negociação de dividas. E até hoje não se criou leis úteis para proibir ou pelo menos diminuir a quantidade de ligações, por isso na maioria dos casos o jeito é se precaver.

0 comentários:

Postar um comentário