quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Ministério Público recomenda que prefeitura convoque 1000 professores

O Ministério Público recomendou que a Prefeitura do Rio convoque mais 1 mil candidatos aprovados no concurso para agente de apoio à educação especial. O objetivo é suprir a carência dos profissionais na rede de ensino.

Segundo o órgão, apesar de uma lei municipal de 2013 criar três mil cargos, a Prefeitura disponibilizou apenas 150 vagas, preenchidas depois que uma ação foi movida.

A própria Lei Orçamentária Anual já conta com autorização para a contratação dos mil funcionários, de acordo com o MP. Atualmente, o serviço nas escolas é prestado por 700 estagiários. O Ministério Público pede a substituição gradual da categoria.
Fonte: http://noticias.band.uol.com.br/cidades/rio/noticia



0 comentários:

Postar um comentário