Processo Seletivo aberto para Assistente Técnico! Salário de R$ 2.610,09


A instituição Maria José Educar nº 03 de 2020 abre processo seletivo para Assistente Técnico II para trabalhar em CCA Jardim Bananal.

Serviço conveniado com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, tendo a SAS M’Boi Mirim como supervisão deste serviço.

Número de vagas: uma.
Carga horária: 40 horas semanais.
Salário bruto: R$ 2.610,09.

Poderão se inscrever no presente processo seletivo os candidatos que atendam e preencham o requisito: que o candidato tenha escolaridade de nível superior, preferencialmente com formação em Serviço Social, para o desenvolvimento do trabalho com as famílias, com conhecimento e/ou experiência comprovada na área da Infância e Adolescência.

As habilidades são: compreensão do significado social da profissão e de seu desenvolvimento sociohistórico, para desvelar as possibilidades de ação contidas na realidade; Identificação das demandas presentes na sociedade, visando formular respostas profissionais para o enfrentamento da questão social, considerando as novas articulações entre o público e o privado; formular e executar políticas sociais em órgãos da administração pública, empresas e organizações da sociedade civil;

Elaborar, executar e avaliar planos, programas e projetos na área social; contribuir para viabilizá-la a participação dos usuários nas decisões institucionais; planejar, organizar e administrar benefícios e serviços sociais; realizar pesquisas que subsidiem formulação de políticas e ações profissionais; prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública, empresas privadas e movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais e à garantia dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade; orientar a população na identificação de recursos para atendimento e defesa de seus direitos;

Realizar estudos socioeconômicos para identificação de demandas e necessidades sociais; realizar visitas, perícias técnicas, laudos, informações e pareceres sobre matéria de Serviço Social; exercer funções de direção em organizações públicas e privadas na área de serviço social; assumir o magistério de Serviço Social e coordenar cursos e unidades de ensino; supervisionar diretamente estagiários de Serviço Social.


As atribuições do cargo são: participar da elaboração do planejamento semestral e mensal levando em conta a legislação vigente e as necessidades dos usuários do serviço; registrar as atividades relacionadas à sua atuação; participar da elaboração do cronograma de realização de visitas domiciliares, para a inclusão das crianças e adolescentes no serviço, para as famílias beneficiárias do PBF que não estão cumprindo com as condicionalidades ou em outras situações que se fizerem necessárias;

Encaminhar ao técnico supervisor do CRAS, até o segundo dia útil do mês, o Relatório Mensal dos usuários de famílias beneficiárias do PBF em descumprimento de condicionalidades; realizar entrevista com famílias de crianças e adolescentes e avaliar a possibilidade da inclusão nos Programas de Transferência de Renda; realizar visita domiciliar às crianças/adolescentes/famílias, quando necessário;

Elaborar relatório, quando houver abandono ou afastamento do usuário do CCA; orientar e encaminhar para o CRAS, rede socioassistencial e demais serviços públicos as crianças, adolescentes e/ou seus familiares; informar e discutir com os usuários e suas famílias os direitos socioassistenciais e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), sensibilizando-os para a identificação de situações de risco; realizar mensalmente reunião com os familiares das crianças/adolescentes para discussão de temas relevantes; orientar, encaminhar e auxiliar na obtenção de documentos quando necessário;

Acolher, identificar, elaborar e encaminhar relatório para o CRAS/CREAS sobre situações de risco, suspeita de violência, abandono, maus-tratos, negligência, abuso sexual contra a criança/adolescente, consumo de drogas e gravidez; discutir em reuniões da equipe técnica os casos que necessitem providências; pesquisar e visitar os recursos socioassistenciais e demais políticas públicas do território; elaborar o controle de frequências diário e mensal dos usuários; elaborar controle diário e mensal das atividades sociais e grupais que desenvolve;

Responsabilizar-se pela referência e contra referência no atendimento dos usuários; monitorar e avaliar as atividades/oficinas junto aos usuários e orientadores socioeducativos; participar de reuniões de avaliação das atividades (para manutenção ou redirecionamento das mesmas); substituir o gerente do serviço quando designado por este.


Para se inscrever o candidato deverá enviar seu currículo no e-mail descrito no site do Terceiro Setor  (setor3.com.br), na data de 07/05 até 11/05/2020, descrever para qual vaga de interesse.

A seleção será composta apenas por uma fase, de responsabilidade deste serviço junto a sua supervisão. A fase será eliminatória e classificatória.

O resultado será comunicado por telefone e e-mail. O processo seletivo será em fases distintas:

1) Recebimento de currículos –  07/05/2020 a 11/05/2020;
2) Análise e seleção de currículos – 12/05/2020;
3) Dinâmica de grupo e entrevista individual – 13/05/2020 e
4) Treinamento – 18/05/2020 a 20/05/2020.

Os candidatos cujos currículos forem selecionados serão chamados para a dinâmica individual e a entrevista na data e horário marcados. A organização comunicará o resultado dia 14/05/2020, através do contato telefônico ou via e-mail.

O processo seletivo terá vigência de 90 (noventa) dias, podendo a critério dessa organização, ser prorrogado por igual período. O não comparecimento ou atraso superior a 15 minutos implicará na eliminação automática do candidato.

Comentários