86% das pessoas não acertam

Entenda a diferença entre o salário de professores pago na rede pública e o valor pago na particular

Muitos professores procuram saber qual é o valor da hora-aula na rede estadual, entretanto esse conceito existe apenas no setor privado, o setor público paga por carga horária de trabalho (sala de aula + planejamento). Professor estadual com licenciatura ganha em média R$ 16,95 por hora, considerando a carga horária de 40 horas semanais de trabalho, o salário-base médio é de R$ 2.711,48 para professores com diploma de licenciatura no início da carreira. Em alguns estados, o salário bruto dos professores é mais alto, porque o governo incorpora gratificações e subsídios, como auxílio-saúde, vale-transporte, vale-refeição e remuneração extra pela atuação em sala de aula, ou para professores que trabalham em áreas distantes ou consideradas de risco.
Há estados, porém, que não oferecem remuneração extra. Mato Grosso do Sul e Minas Gerais estão neste grupo, além de Espírito Santo, Goiás e Tocantins. Outros estados não informaram se oferecem ou não gratificação: Amazonas, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo. Considerando a forma que o setor privado calcula o salário mensal e aplicando essa fórmula no salário mensal que o estado paga encontraremos os valores e informações apresentados na imagem. 


 Na comparação entre rendimentos dos setores público e privado, é preciso considerar que os salários tendem a ser mais homogêneos no setor estatal. No município do Rio, por exemplo, há colégios de elite no ensino médio que pagam R$ 60 por hora de aula, enquanto outros pagam somente o piso, de R$ 15. Mas em muitos estados o professor na rede privada tem ganhado um valor de hora-aula abaixo de 10 reais. O sindicato que representa os professores de escolas particulares, o Sinpro-ES, explica que o piso salarial do professor, hoje, está se tornando desinteressante na rede privada diante da melhoria salarial e da qualidade da rede pública.


Comentários


  1. No Paraná a realidade é muito melhor, um professor de escola pública estadual, ganha em média R$ 4,800 mensais para um padrão ou seja 20hs semanais. Se fizer dois padrões o salário dobra. O professor de escola pública em final de carreira recebem em média R$8.500 para um padrão. Quem ganha pouco mesmo em escola pública, são os professores PSS, aqueles professores contratado provisoriamente para substituir os professores efetivos que faltam ao trabalho.

    Se você dúvida da informações, é só consultar o Portal da Pransparencia, escolha um colégio público e confira a lista dos professores e salário.
    Os professores das Universidades Publicas do Paraná recebem mais que das Federais, tanto é verdade, que as Universidades não permetiam a divulgação dos salarios no Portal da Transparencia, foi uma batalha jurídica para o governo do Estado poder liberar valor dos salários no Portal.
    Em síntese, muito choro e pouco produtividade! http://www.transparencia.pr.gov.br/pte/o-que-e-o-portal
    A publicação atende as normas que tratam da transparência da Administração Pública: Lei Federal 12.527/2011, Lei Estadual 16.595/2010 e Decreto Estadual 10.285/2014

    Agora os professores da rede particular são realmente explorado, pode pegar por exemplo: As considerada melhores escolas particulares de Curitiba (Dom Bosco SEB- Positivo, Bom Jesus, etc) os professores recebem em média menos de 50% daquilo que receberiam se fosse professor de Escola Publica, considerando a mesma competência e carga horária.

    ResponderExcluir

Postar um comentário