Seleção para Professor (a) de Ensino Fundamental I

Cursinho Federal de Goiás abre inscrições (gratuitas)



Projeto de extensão do Instituto de Química oferece aulas para estudantes de baixa renda. Inscrições gratuitas podem ser feitas entre os dias 9 e 11 de fevereiro. Estarão abertas, nos dias 9,10 e 11 de fevereiro, as inscrições para o Cursinho Federal de Goiás, projeto de extensão que oferece aulas para estudantes de baixa renda, preferencialmente oriundos de escola pública, que tenham concluído o Ensino Médio ou que estejam no último ano. Os interessados devem comparecer ao Centro de Aulas da Escola de Veterinária e Zootecnia (EVZ), no Câmpus Samambaia, com identidade, comprovante de endereço e caneta preta (quinta e sexta das 8h às 11h e das 12h30 às 18h / sábado das 8h às 11h e da 12h30 às 19h). As inscrições são gratuitas.

Ao se inscrever no cursinho, o candidato responderá a um questionário socioeconômico e deverá redigir uma redação. O texto não terá caráter eliminatório e será usado somente para avaliar a habilidade do estudante em relação à escrita em língua portuguesa. As aulas terão início no dia 20 de março e serão ministradas de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h, e aos sábados, das 9h às 16h, também na EVZ. A relação dos convocados para a primeira chamada será divulgada no dia 13 de fevereiro. Para os selecionados, haverá uma taxa de matricula no valor de R$150,00 e uma contribuição de uma resma de papel A4. 
Cursinho Federal de Goiás
O Cursinho Federal de Goiás é um projeto de extensão do Instituto de Química, em parceria com as empresas Connect Math incubada no Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG. As aulas são ministradas por voluntários, em sua maioria alunos de graduação, mestrado e doutorado da Universidade.
Uma das coordenadoras, a professora Valéria Cristina Almeida explica que o objetivo do projeto é oferecer uma educação de qualidade que não apenas some conhecimento para a aprovação nos processos seletivos, mas que também desperte os estudantes para uma visão crítica da sociedade por meio de oficinas e palestras.


Comentários