terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Seleção REDA para Professor - BA 2017 terá 7.665 vagas

Por meio de publicação oficial, a Secretaria da Educação da Bahia e o Instituto Brasil de Educação (IBRAE) firmaram contrato para a execução de um novo processo seletivo para Professor do Estado, pelo Regime Especial de Direito Administrativo - REDA. As informações estão no Diário Oficial do Estado da Bahia, em 28 de janeiro de 2017, seção de "Licitações", página (http://diarios.egba.ba.gov.br/html/DO28/DO_frm0.html).
De acordo com o documento, o IBRAE será o responsável pela prestação dos serviços técnicos especializados para planejamento, desenvolvimento, execução, aplicação  e entrega de resultados desta nova seleção, que ofertará 7.665 vagas de Professor.
O Instituto receberá pelos serviços prestados o valor referente à taxa de inscrição: cada candidato que concorrer às vagas de nível superior pagará R$ 38,00 e os de nível médio, R$ 29,00. A vigência do contrato será de 180 dias a contar da data de sua assinatura.
Fonte: concursosnobrasil.com.br/concursos/noticias

22 comentários:

  1. o Governo do Estado faz pouco caso do professor, faz logo concurso publico.

    ResponderExcluir
  2. Uma vergonha. Professor, educação, nada. Importantante são números. Esse barco chamado reda é furado. Que pena que faço ainda parte dele.

    ResponderExcluir
  3. Já passei em dois Redas, dentro do número de vagas e nunca fui chamado. Este não verá meu dinheiro, pois para mim parece ter virado uma forma de arrecadação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso Roberto, eu passei no Reda de 2015, concorri com um monte de gente , fiquei em 3º lugar, eram quatro vagas pra o que eu fiz, fiquei então dentro das vagas, sem falar nos gastos decorrentes da documentação autenticada que solicitaram antes e até hoje, o pior é que depois vi pessoas que fizeram o reda que ficaram fora das vagas sendo chamadas. Minha irmã passou em 1º lugar também e nada de ser chamada até hoje e esse povo inventa agora outro REDA, SÓ RINDO VIU...

      Excluir
    2. entre na justiça. Ainda tem direito procure uma advogado também passei em 2 lugar e não fui chamada, entrei na justiça

      Excluir
  4. Verdade, mais uma fábrica de lavagem de dinheiro.

    ResponderExcluir
  5. Esse regime de contratação frequentemente utilizado pelo Governo da Bahia é inconstitucional, a classe dos professores deveria tomar providências junto ao Poder Judiciário.

    ResponderExcluir
  6. Pq não efetivam logo, os rendas já existentes e faz concurso publico para suprir as vagas ociosas?

    ResponderExcluir
  7. Seria interessante se não houvesse nenhum inscrito!Ai sim Professor(a) seriam valorizados(as)

    ResponderExcluir
  8. Na verdade o reda evita dispesas,como o próprio nome já diz é só um "contrato", a desvalorização do profissional da educação começa por aí... É como alguém já havia dito..."seria interessante que não houvesse nenhum inscrito...aí sim talvez o professor(a) seria valorizado pelo nobre trabalho que desempenha...levando a todos a obterem grandiosas profissões com salários à altura... No entanto, nobre profissional não recebe o salário digno que realmente merece, além do reconhecimento.

    ResponderExcluir
  9. Sou professor indígenas , a mais de 9 anos , uma vergonha , primeiro recebia pelo um sistema chamado PST , agora colocaram um reda emergencial, o salário de 800 reais, um desrespeito com nossa profissão,pessoas que não conhece a realidade das comunidades indígenas entram para dá aula quando passa em uma prova dessa , outros que tem muito tempo de trabalho saem de mão abanando..

    ResponderExcluir
  10. Temos que lembrar que com a aprovação da PEC 55 concurso agora só daqui a 20 anos. Reda tô fora, humilhante demais.

    ResponderExcluir
  11. O SAFADO DO GOVERNO (RUIM COSTA) ANUCIOU EM SUA CAMPANHA QUE IRIA ACABAR COM O REDA E FAZER CONCURSO PUBLICO... SÃO UM BANDO DE DEMAGOGO E MENTIROSOS

    ResponderExcluir
  12. Como assim não vai ter concurso público ? Avante Brasil !

    ResponderExcluir
  13. 😱😱😱😱infelizmente é a mais pura falta de respeito.
    Os professores deveriam fazer um protesto,não se inscrever,já,já providenciavam concurso.

    ResponderExcluir
  14. Concordo, o professor tem q ser valorizado! Afinal a educação é a base de tudo!

    ResponderExcluir