Governo anuncia Criação do 4° Ano do Ensino Médio

Instituto abre processo seletivo Nacional para Professores de Diversas Áreas!

Será um Processo Seletivo Simplificado Nacional para Formação de Cadastro de Professores, Os Professores aprovados no Processo Seletivo serão chamados para substituir aulas presenciais (se for na cidade onde reside) ou online em qualquer cidade do Brasil, com EAD INVERTIDO (alunos na escola e Professor a distância).

Todos os candidatos Inscritos, terão acesso gratuitamente a um curso de 80 horas de Formação para Docentes em Metodologias Ativas, Didática, Metodologia do EAD e como gravar e transmitir suas aulas com seu próprio equipamento (celular ou notebook).

Terão acesso também ao aplicativo Prof-e, e receberão pela aula ministrada integralmente, sem nenhum desconto, diretamente da Unidade Escolar que solicitar a aula. Caso a unidade não pague o valor da aula, a Edtech Prof-e garante o pagamento aos Professores.

É uma espécie de Uber Educacional. Os Professores aprovados no Processo Seletivo tem a garantia de receber pelas aulas que ministrarem (presencial ou a distancia). Qualquer Unidade Escolar, de Ciclo II, Ensino Médio, Técnico, e IES (Superior) do Brasil solicita a Aula através de nossa Plataforma Web responsiva e os Professores habilitados na aula solicitada, são chamados pelo aplicativo, e podem aceitar ou não a aula.

Pode ser uma aula ou várias, caso for uma licença por exemplo. Hoje no Brasil, segundo PISA a cada 5 dias letivos 1 é perdido por falta de Professores habilitados.

Nossa plataforma resolve essa dor de Gestores Educacionais, favorece o Professor que está substituindo a aula com ganho extra e, principalmente, evita que alunos fiquem no pátio da escola sem aulas ou que tenham que repor essa aula em horário diverso. Evita ainda que a aula seja dada de última hora por professores não habilitados na disciplina que estava prevista.

É um ganha ganha onde os principais envolvidos tem benefícios: Gestores com aula prevista/dada, professores com renda extra em seu horário de janela ou de folga, e alunos com aulas dadas por professores especialistas na disciplina, com interatividade, em tempo real, por celular, tablet, notebook, no laboratório de Informática ou por datashow.

Todos ganham. O valor da inscrição é de R$20,00 para o Ensino Fundamental Ciclo II (todas as disciplinas); R$30,00 para o Ensino Médio e Técnico (todas as disciplinas) e R$40,00 para Instituições de Ensino Superior - IES (todas as disciplinas).

Não haverá prova nem classificação de candidatos. O resultado será publicado como aprovado ou não aprovado, sendo avaliado os requisitos mínimos que constam no Edital.

Os candidatos deverão preencher o formulário, postar os documentos solicitados e gravar uma vídeo-aula de até 5 minutos em alguma disciplina de sua graduação ou licenciatura.

Prazo de Inscrição até o dia 07/02/2020.

O valor da hora aula será o que a Unidade Escolar solicitante paga para seus Professores. A Unidade Escolar (do ciclo II até superior) pode fazer filtros e chamar apenas os docentes específicos que necessita, tais como: Licenciados, Especialistas, Mestres ou Doutores.

Quando o Docente receber o chamado no aplicativo já vem com o valor da hora aula ofertada pela UE solicitante.

Editais e Inscrições aqui inlinetech.com.br.

Comentários

  1. Para quem está selecionando professores, o texto podia, pelo menos, ter sido revisado. Há grosseiros erros de concordância e pontuação. Isso só já põe em dúvida essa proposta...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela iniciativa! Sucesso, que esse mercado cresça e mais oportunidades sejam criadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é ridículo!!! É a prostituição dos professores! Falta vergonha na cara de quem inventou isso! #vergonha

      Excluir
  3. Reflexo da educação brasileira... valorização de indicadores quantitativos. Qualidade zero.

    ResponderExcluir
  4. Penso que não deveria haver candidatos nessa plataforma, pois estaremos concordando com o fim da carreira, é na verdade uma espécie de economia informal onde alguém, sem fazer nada, vai ganhar com a exploração do trabalho docente.

    ResponderExcluir
  5. Uberização de professores...é o que faltava. Vocês estão loucos? O que acreditam ser o trabalho de um professor??? É muita falta de noção. Operaçao Tapa Buracos...

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Lamentável esse tipo de DESVALORIZAÇÃO DA CARREIRA DOCENTE! Toma vergonha e parem de querer ganhar em cima de precarização do trabalho!

    ResponderExcluir
  8. Isso deixará vários professores e professoras desempregados e isso não é legal para nossa profissão .

    ResponderExcluir

Postar um comentário